Acha que consegue superar o desafio Super Guilty?

Acha que consegue superar o desafio Super Guilty?

  • super hambúrguer
1 Jan 2017

Consegue comer um super hambúrguer com 500 gramas de carne mais acompanhamento em apenas 60 minutos?

Quem superar o desafio… não paga!

Como bom anfitrião, tinha de destacar-se na carta e aparece, imponente, no topo da secção dedicada aos hambúrgueres, em jeito de desafio. Mas vamos por partes. Traduzido por miúdos, “500 gramas de carne” significa meio quilo de hambúrguer de vaca feito com picanha de black angus, ao qual se junta uma verdadeira pirâmide de ingredientes – sensivelmente oito, bem servidos -, que passamos a enumerar: alface, tomate, cebola roxa, cornichons, aros de cebola frita, cebola confitada com cogumelos e queijo gruyère. E como é que esta majestosa pirâmide se sustém, perguntam vocês? Com 300 gramas de pão de orégãos e parmesão! A boa ou má notícia, dependendo da perspetiva, é que um bom hambúrguer não passa sem deliciosas batatas fritas caseiras. Muitas, a preencher o pouco espaço de prato vazio que sobra. São o tal “acompanhamento”, que tem igualmente de ser comido. Todo (ou todas!).

Para ficar ainda mais claro, e porque em grandes desafios todos os pormenores contam, damos-vos um termo comparativo que pode ajudar às contas. Um hambúrguer normal, daqueles que podem pedir em praticamente qualquer sítio, tem cerca de nove centímetros de altura e 10 de diâmetro. O Super Guilty, fazendo jus ao título de “maior do país”, tem 14 centímetros de altura e aproximadamente 18 de diâmetro.

Quando o desafio foi criado, em maio de 2012, houve uma verdadeira “rumaria” de jornalistas – curiosos e desejosos de enfrentar “o bicho” – ao restaurante Guilty. Correu (e continua a correr) tinta na imprensa e, numa rápida pesquisa online, ainda é possível encontrar frases como “só para super-heróis”, “uma bomba (também calórica)” ou “aquele monstro não é para qualquer barriga”, sinal de que qualquer um dos que proferiu tais palavras ficou aquém do desafio.

Acontece que cinco anos é muito tempo e, tendo em conta a grandiosidade do teste, o balanço é positivo. Temos alguns campeões inscritos no livro do Guiness do Super Guilty, que provaram que é possível comê-lo sem deixar migalha. Para além do título de “fortes”, foram homenageados com a música do “Super-Homem” (uma espécie de troféu para quem vence o super hambúrguer) e livraram-se de pagar 50€, a módica quantia que os derrotados corajosos (leia-se aqueles que acreditam até ao último minuto, mas não conseguem!) têm de largar.

A boa notícia é que a persistência de quem já conseguiu deixa antever que é possível, ainda que com uma boa dose (redobrada) de esforço.

Estamos à espera de novos candidatos para superar o desafio do melhor e maior hambúrguer de Lisboa!

Comments are closed.

FacebookTwitter